Grupo do Whatsapp Cuiabá
Agronegócio

Neomille consolida liderança na produção de biocombustíveis com inauguração de fábrica em Maracaju (MS)

2024 word3


Foto:
Diretora da CerradinhoBio

A Neomille, subsidiária da Cerradinho Bioenergia, celebrou nesta terça-feira, 18 de junho, a inauguração de sua nova fábrica em Maracaju, Mato Grosso do Sul. O evento contou com a presença de autoridades locais e estaduais, além de representantes da empresa e parceiros do setor. Com um investimento de R$ 1,080 bilhão, a unidade começou a operar em janeiro de 2024, marcando um passo crucial na estratégia de expansão da Cerradinho Bioenergia.

Expansão estratégica e impacto econômico

Para o CEO Renato Pretti, a nova fábrica representa um significativo na capacidade produtiva da empresa, fortalecendo sua posição como uma das principais produtoras de biocombustíveis do Brasil. Desde a inauguração de sua primeira unidade em Chapadão do Céu () em 2019, a trajetória de crescimento tem sido marcada por uma estratégia bem definida e executada por uma equipe comprometida.

Além da produção de biocombustíveis, a fábrica também aproveita o milho integralmente, gerando DDGS (Distiller’s Dried Grains with Solubles) e óleo de milho para alimentação animal, ampliando assim seu portfólio de produtos e impactando positivamente a economia local.

Impacto regional e desenvolvimento socioeconômico

Durante a fase de construção, aproximadamente 4.500 profissionais estiveram envolvidos, evidenciando o impacto imediato na geração de na região. Em operação, a fábrica contribui com cerca de 200 empregos diretos e aproximadamente 600 indiretos, fortalecendo ainda mais o desenvolvimento socioeconômico de Maracaju e arredores.

O governador Eduardo Riedel destacou que a chegada da Neomille consolida Mato Grosso do Sul como um dos líderes no setor de bioenergia no ís, impulsionando a economia local através de uma infraestrutura moderna e eficiente. O prefeito de Maracaju, José Marcos Calderan, ressaltou os benefícios econômicos e sociais para a cidade, sublinhando o potencial de atrair novos investimentos e negócios para a região.

Renato Pretti enfatizou o compromisso contínuo da Neomille com a expansão e o fortalecimento da competitividade no setor de biocombustíveis, sempre alinhados com os princípios da agenda ESG (Ambiental, Social e Governança).

Dados da unidade em operação
  • Investimento: R$ 1,080 bilhão
  • Capacidade: processamento de 608 mil toneladas de milho, produção de 266 milhões de litros de etanol, 161 mil toneladas de DDGS e 10 mil toneladas de óleo de milho.
  • Geração de empregos durante a obra: 4.500
  • Geração de empregos em operação: 200 diretos e cerca de 600 indiretos
  • Incremento na capacidade total de moagem equivalente a cana: 3,1 milhões de toneladas, totalizando 13,6 milhões de toneladas na capacidade instalada da Cerradinho Bioenergia.

Fonte: portaldoagronegocio

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.