Grupo do Whatsapp Cuiabá
Agronegócio

Explorando tecnologias para aumentar a produtividade no cultivo de abóbora cabotiá: confira como foi o Dia de Campo

2024 word3
CRM Com Automação Canal Mídia

O cultivo de abóbora japonesa, conhecida como cabotiá, tem ganhado destaque no Brasil por sua alta produtividade e versatilidade. Para compartilhar conhecimentos e novas tecnologias sobre esse cultivo, a 11ª edição do SolidarESA Luiz de Queiroz promoverá um de Campo dedicado ao tema em Piracicaba, São Paulo, no dia 25 de maio de 2024, a partir das 8h. O evento é organizado pela Casa do Produtor Rural e pelo Departamento de Genética da Esalq/, e será gratuito para agricultores, profissionais do setor e estudantes de Ciências Agrárias.

O Dia de Campo incluirá palestras e atividades práticas para abordar diferentes aspectos do cultivo de abóbora cabotiá, desde suas origens até fatores como controle biológico de pragas, irrigação e manejo de doenças. Os participantes também terão a oportunidade de aprender sobre as melhores práticas para aumentar a produtividade, destacando a relevância dessa cultura para a economia local.

Um dos palestrantes é o professor Antônio Ismael Inácio Cardoso, da Universidade Estadual Paulista (UNESP), que possui vasto conhecimento sobre a cultura de abóbora. Ele falará sobre o manejo e tratos culturais, trazendo técnicas inovadoras para um cultivo bem-sucedido e sustentável.

A abóbora cabotiá pode ser cultivada ao longo de todo o ano, mas é importante evitar períodos de baixas temperaturas e clima seco. Com os cuidados adequados, essa cultura se adapta bem a diversos tipos de solo, sendo uma excelente opção para ção de culturas. A produtividade média pode variar entre 8 e 20 toneladas por hectare, dependendo do período de plantio, do tipo de híbrido, do espaçamento e do nível de tecnologia empregado.

Um desafio no cultivo de abóbora cabotiá é a presença de plantas macho-estéreis, o que exige a presença de outras espécies para polinização ou o uso de fitormônios para estimular a frutificação. A sincronia entre as plantas polinizadoras é fundamental para garantir a produção.

O SolidarESA é uma iniciativa que permite a estudantes aplicar conhecimentos teóricos na prática, além de promover a produção sustentável e a doação de alimentos para entidades assistenciais em Piracicaba. Mais de 20 toneladas de alimentos já foram doadas desde o início do projeto, alinhado às metas globais da ONU para sustentabilidade.

Para se inscrever no evento e acessar a programação completa, basta visitar o link https://forms.gle/dPyjBqsL2CUyeDuv7 ou entrar em contato pelo telefone (19) 3429-4178. Os inscritos terão acesso exclusivo ao e-book “Abóbora Cabotiá: Aplicação de Tecnologias e Práticas para Aumentar a Eficiência da Produção Agrícola”, que contém informações sobre o mercado, estratégias de comercialização e detalhes sobre o cultivo de abóbora cabotiá.

Fonte: portaldoagronegocio

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.