Grupo do Whatsapp Cuiabá
Agronegócio

Bioestimulantes agrícolas: impulsionando a produtividade no agronegócio

2024 word1
CRM Com Automação Canal Mídia

Nesta -feira (15), teve início na Fazenda da Fazu, em Uberaba (MG), o Teste de e Eficiência Alimentar (TDEA) do Programa Nacional de Avaliação de Touros Jovens (PNAT) de 2024. Após 21 dias de adaptação, os animais estão prontos para iniciar o teste, que se estenderá por 56 dias.

Este ano, o TDEA conta com a de 102 animais de diversas raças zebuínas, incluindo Brahman, Guzerá, Nelore, Nelore Mocho, Sindi e Tabapuã, provenientes de diferentes regiões do Brasil. Esses animais representam a diversidade genética e a qualidade dos rebanhos zebuínos avaliados pelo Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), desenvolvido pela Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).

Paulo Ricardo Martins Lima, supervisor de provas zootécnicas, destaca a notável variabilidade genética entre os 102 touros jovens participantes do TDEA, filhos de 71 pais diferentes. Essa diversidade genética contribui significativamente para a seleção dos rebanhos zebuínos brasileiros, evidenciando o potencial genético existente entre os rebanhos puros de origem (PO).

O manejo final do TDEA está programado para o mês de julho. Após a conclusão do teste de desempenho, os animais classificados serão apresentados na 17ª ExpoGenética, onde serão avaliados por técnicos e criadores durante a terceira fase do PNAT, conforme destaca Paulo Ricardo.

Fonte: portaldoagronegocio

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.