Política

PF pede arquivamento e aponta Adélio como único responsável pelo ataque a Bolsonaro

2024 word2

A Polícia Federal (PF) reiterou, nesta , 11, que o ex-militante do Psol Adélio Bispo foi o único responsável pelo ataque ao então candidato a presidente Jair Bolsonaro, em 6 de setembro de 2018.

O posicionamento da PF consta em um relatório elaborado depois da retomada das investigações para apurar a participação de outros envolvidos na tentativa de assassinato.

De acordo com a PF, o procedimento tem de ser arquivado. A instituição já apresentou o pedido ao Poder Judiciário.

Bispo se encontra internado no presídio federal de Campo (MS) desde a prisão.

paulo betti - adélio bispo - facada em bolsonaro
Bolsonaro No Momento Em Que Foi Esfaqueado Durante A Campanha Eleitoral De 2018 | Foto: Reprodução/Bnc Amazonas

Em um café com jornalistas, realizado nesta manhã para esclarecer o , o -geral da PF, Andrei Rodrigues, disse não haver provas que possam ligar a atuação do PCC ao atentado contra Bolsonaro.

“Não foi comprovada nenhuma conexão do organizado financiando o advogado para defender Adélio”, informou o diretor-geral da PF.

À CNN Brasil, Bolsonaro disse não concordar com a avaliação da PF.

“O delegado, dono da investigação, que concluiu o caso do Adélio, é diretor da PF, cuja diretoria está 100% empenhada em me perseguir”, afirmou o ex-presidente. “O Adélio tem passagem pela Câmara, e a PF não investigou; o Adélio foi atrás do Carlos Bolsonaro em Santa Catarina, em uma escola de tiro; quem pagou a passagem para ele? Como ele sabia dessa ? Ninguém investigou. Se fosse alguém da direita, iriam revirar a vida da pessoa. Infelizmente, uma parte da PF, hoje, é resultado de uma PF que tem lado.”

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.