Grupo do Whatsapp Cuiabá
Mundo

Filho de Joe Biden desiste de novo julgamento em caso de compra de arma

2024 word2

Condenado por mentir sobre uso de drogas ao comprar arma, , filho do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, desistiu, nesta terça-feira, 9, de sua tentativa de um novo julgamento. 

Hunter, de 54 anos, foi condenado em 11 de junho por três acusações relacionadas a mentir sobre seu vício em drogas para obter uma arma de fogo.

Sua defesa apresentou um pedido para novo julgamento em 24 de junho, alegando que a juíza federal de Delaware, Maryellen Noreika, não tinha jurisdição sobre o caso por causa de decisões pendentes em seu caso de apelação.

Motivo da desistência

De acordo com o , a decisão da desistência ocorreu depois de promotores federais o criticarem por “mal-entendido sobre a prática de apelação” e “falha na leitura” de ordens judiciais anteriores.

No entanto, segundo o jornal norte-americano, os promotores do gabinete do procurador especial David Weiss mostraram que o Tribunal de Apelações do Terceiro Circuito, com sede na Filadélfia, já havia dado “sinal verde” à juíza federal para julgar o primeiro filho — um detalhe esquecido por Hunter e seus advogados.

Esta é a primeira vez na História dos Estados Unidos que o filho de um presidente em exercício é julgado e condenado criminalmente.

Sobre o julgamento de Hunter Biden

“[Quando] o julgamento começou, em 3 de junho, o Terceiro Circuito já havia rejeitado ambos os do réu com ordens carimbadas como ‘em lugar de mandato’ e negou sua petição para nova audiência”, escreveu o promotor Derek Hines, no processo da segunda-feira 8. 

Ele acrescentou: “Embora o réu tenha insistido repetidamente antes do julgamento que os seus recursos privaram este Tribunal de jurisdição, esta é a primeira vez que ele conta esta história ridícula do mistério dos mandatos desaparecidos”. 

Condenação pode chegar a 25 anos de prisão

A sentença ainda será definida pela juíza dentro de 120 dias, isto é, até meados de outubro. Pelo prazo, Hunter poderia ser preso semanas antes do pleito presidencial, que tem seu pai entre os candidatos.

Caso venha a ser condenado, a pena pode chegar a 25 anos de cárcere e US$ 750 mil (R$ 4 milhões) em . Como o réu é primário, o crime é considerado de menor potencial ofensivo, o que poderia abrandar a sentença.

Em comunicado, a defesa de Hunter afirmou que continuaria “correndo atrás de todos os recursos legais disponíveis”.

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.