Grupo do Whatsapp Cuiabá
Agronegócio

Exportações de Arroz atingem recorde de 123 mil toneladas em abril, aponta Abiarroz

2024 word1

Em um marco significativo, as brasileiras de arroz atingiram, pela vez neste ano, a marca de 123 mil toneladas no mês de abril, gerando uma receita de US$ 43,6 milhões, conforme informado pela Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz), com base em dados do Ministério do , Indústria, Comércio e Serviços (MDIC).

Embora os volumes de embarque tenham registrado uma redução de 9,9% em comparação com abril de 2023, quando totalizaram 136,6 mil toneladas, a receita também mostrou uma queda de 6,4% no mesmo período, representando US$ 46,4 milhões.

As exportações de arroz beneficiado, por sua vez, totalizaram 119 mil toneladas em abril, alcançando um faturamento de US$ 41,6 milhões, o que corresponde a 96% do total exportado do cereal no último mês.

Destaca-se que os principais destinos dessas exportações foram Gâmbia, Senegal, Leoa, Países Baixos, Peru, Costa Rica, , Trinidad e Tobago, Cuba e Venezuela.

No acumulado do quadrimestre, o Brasil exportou 390,7 mil toneladas de arroz, gerando uma receita de US$ 147,6 milhões. Comparativamente ao mesmo período de 2023, houve uma queda de 21% em volume e 12% em valor.

Quanto às importações, o país importou 110,1 mil toneladas de arroz em abril, totalizando US$ 45,2 milhões, representando uma redução de 4% em volume e um aumento de 17,5% em valor em relação ao mesmo período do ano anterior.

No que diz aos fenômenos climáticos, Beatriz Sartori, gerente de Exportação da Abiarroz, ressalta que, apesar dos enfrentados nos últimos dois anos devido aos eventos La Niña e El Niño, o Brasil se manteve autossuficiente na produção de arroz. Contudo, os efeitos desses fenômenos foram sentidos em diversos países produtores, impactando os preços globais do cereal.

Fonte: portaldoagronegocio

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.