Grupo do Whatsapp Cuiabá
Notícias

Secel e Fundação Itaú se unem para calcular PIB da cultura em Mato Grosso

2024 word3
A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Secel) e a Fundação Itaú assinaram nesta quarta-feira (10.07) um termo de cooperação para levantamento do Produto Interno Bruto (PIB) gerado pelo setor cultural no Estado. Formalizado na sede da Secel, o acordo propõe um estudo e fornecimento de uma radiografia da contribuição econômica da cultura para a economia de Mato Grosso, abrangendo diferentes segmentos da cultura.

“Nós temos gestores que têm visão de futuro, porque hoje em dia não dá para fazer pública no olhômetro. Nós precisamos de números concretos, isso é uma e todos os Estados estão pensando dessa maneira. Estamos virando agora uma página para a cultura de Mato Grosso, onde podemos mostrar a realidade do nosso Estado e municípios como tudo que é feito pela cultura aqui”, afirmou a economista Veruska Almeida, responsável pelo Observatório da Cultura da Secel.

De acordo com o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, David Moura, esta iniciativa é fundamental para que o Estado possa desenvolver cada vez mais políticas públicas eficazes e direcionadas.

“Com a chancela dessa grande marca consolidada, que é a Fundação Itaú e o fornecimento destes dados poderemos ser mais assertivos e eficientes nos investimentos. Além de, termos a chance de mostrar e comunicar o impacto de tudo isso para o povo mato-grossense. É algo que a gente já vinha conversando e sonhando há algum tempo”, ressaltou o secretário.

Representante da Fundação Itaú, Bruno Truzzi destacou a importância da construção conjunta deste projeto e o avanço significativo para o desenvolvimento socioeconômico de Mato Grosso.

“Desde que começamos a construir este projeto a Secel esteve mobilizada nessa busca de produção de dados e evidências para de fato identificar qual é o peso e o impacto da economia das indústrias criativas em seu território. Foi essa proatividade que culminou com essa reunião”, explicou o analista sênior do Observatório da Fundação.

Após a assinatura do termo de cooperação, será encaminhado um pedido formal de dados, envio, revisão, devolutivas e complementação. Também serão feitos cálculos preliminares, apresentação de resultados, ajustes e lançamento final de um claro e atualizado da economia cultural em Mato Grosso.

A reunião contou com a presença de representantes das instituições envolvidas, como Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat), Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) e o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), prefeito Leonardo Bortolin, de Primavera do Leste.

Fonte: odocumento

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.