Mundo

Vírus gigantes no gelo da Groenlândia: Descoberta impressionante!

2024 word2

Pesquisadores da , na Dinamarca, descobriram vírus gigantes no gelo da Groenlândia. Esses organismos, pertencentes ao grupo de DNA nucleocitoplasmático (NCLDV), são conhecidos por infectar algas em ambientes marinhos e de água doce. O estudo foi divulgado na revista Microbiome, em .

“Há informações muito limitadas sobre a diversidade e a função ecossistêmica dos NCLDVs em habitats terrestres gelados”, destacou o estudo.

Os vírus gigantes encontrados no gelo da Groenlândia medem cerca de 2,5 micrômetros, enquanto vírus comuns podem medir até 200 nanômetros. Para comparação, 1 nanômetro equivale a 0,001 micrômetro.

As amostras foram retiradas de camadas de neve verde e vermelha, cuja coloração é causada pelo crescimento de algas, de sedimentos na superfície das geleiras e de pequenos pedaços de gelo. A pesquisa revelou uma quantidade significativa de genes de NCLDV nesses biomas, com destaque para a abundância no Ártico.

Descoberta dos vírus gigantes permite novos estudos

Os vírus se associam às algas que causam a pigmentação na neve e que estão presentes no gelo escuro. Este processo ajuda a controlar o ambiente e pode retardar o derretimento das geleiras. A presença desses vírus gigantes na camada de gelo da Groenlândia abre novas perspectivas para estudos sobre o clima e ecossistemas gelados.

“Ainda sabemos pouco sobre esses vírus gigantes, mas acredito que eles possam ser úteis para reduzir o derretimento do gelo causado pelas florações de algas”, disse pós-doutora Laura Perini, do Departamento de Ciência Ambiental da Universidade de Aarhus. “Não sabemos quão específicos e eficientes eles são, mas ao estudá-los mais a esperamos responder a essas perguntas.”

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.