Mundo

Macron dissolve Parlamento na França, Alemanha descarta eleições antecipadas

2024 word2

Nesta segunda-feira, 10, o descartou a convocação de antecipadas. O pronunciamento ocorre depois da dissolução do parlamentro da pelo presidente .

“A data normal das eleições é no próximo outono [segundo semestre de 2025]”, disse Steffen Hebestreit, porta-voz do governo alemão, em uma conferência de imprensa. “E é isso que planejamos fazer.”

Assim como na França, os partidos da coalizão de governo liderada por Olaf Scholz foram superados pela direita nas eleições locais para o Parlamento Europeu. O Partido -Democrata (SPD) de Scholz obteve seu pior resultado na história, com apenas 14% dos votos, segundo a contagem preliminar. A Alternativa para a Alemanha (AfD) conquistou cerca de 16% dos votos.

A coalização mais votada foi a CDU-CSU, da ex-chanceler Angela Merkel, com cerca de 30%. Os partidos da coalizão governista de Scholz ficaram ainda mais atrás: Os Verdes obtiveram 12% dos votos e o Partido Liberal teve apenas 5%.

Reações da da Alemanha

bandeira da alemanha
Políticos De Oposição Querem Novas Eleições | Foto: Reprodução/Freepik

O resultado na França gerou apelos da oposição na Alemanha para que Scholz siga o exemplo de Macron. Alice Weidel, colíder da AfD, declarou que a Alemanha votou pela saída do chanceler e pela queda do governo.

“Agora resta apenas uma tarefa para Scholz: abrir caminho para novas eleições – em vez de governar por mais um ano contra uma grande maioria da população”, escreveu Weidel no Twitter/X.

Markus Soeder, líder dos conservadores na Baviera, também pediu novas eleições o mais rapidamente possível. Ele afirmou que a coalizão tripartida “já não tem o apoio da população”, incentivando a Alemanha a seguir os passos da França.

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.