Grupo do Whatsapp Cuiabá
Lifestyle

Descubra a beleza e reflexão do poema As Borboletas de Vinícius de Moraes

2024 word3

A verdade é que ler As Borboletas de Vinicius de Moraes convida cada um de nós a apreciar a beleza e a simplicidade da vida com as cores.

Logo, o poema nos lembra da efemeridade da vida, assim como as borboletas que têm uma existência breve, assim como a magnitude de suas cores. Descubra mais a seguir!

Poema “As Borboletas” de Vinícius de Moraes

Brancas
Azuis
Amarelas
E pretas
Brincam
Na luz
As belas
Borboletas.

Borboletas brancas
São alegres e francas.

Borboletas azuis
Gostam muito de luz.

As amarelinhas
São tão bonitinhas!

E as pretas, então…
Oh, que escuridão!

Qual a reflexão de vida no poema As Borboletas de Vinicius de Moraes?

A principal característica atribuída às borboletas no poema de Vinicius de Moraes é a cor. Sempre quando as pessoas destacam a beleza do texto, as cores mostram seu brilho em versos.

Na verdade, já no início, o eu-lírico destaca as cores dos , enfatizando o aspecto visual – um toco de amor de Vinicius de Moraes que deixa o poema mais intenso.

A cor, portanto, é o elemento distintivo que classifica os animais em categorias:

  • Brancas;
  • Azuis;
  • Amarelas;
  • Pretas. 

Ao longo dos versos, o leitor não descobrirá outros detalhes sobre as criaturas, sabendo apenas que elas:

  • Se diferenciam pelas tonalidades;
  • Compartilham os mesmos gostos (todas brincam na luz, são alegres e francas).

É nítido nos versos de Vinicius de Moraes o quanto algumas reflexões de vida são fortes. A literatura brasileira é cheia de amor, vida e lições marcantes.

O que significa as borboletas no poema de Vinicius de Moraes?

As borboletas são definidas principalmente por suas características físicas. 

Vale destacar que o poema não se baseia em uma ação específica – nada de ocorre ao longo dos versos -, mas sim em uma descrição detalhada. 

É importante destacar também que uma particularidade interessante é o uso do verbo “brincar”, que atribui características humanas aos insetos, destacando o aspecto lúdico da composição. 

Assim, as borboletas se assemelham às crianças, deixando, assim, o texto ainda mais significativo e cheio de amor.

Quando foi publicado o poema As Borboletas de Vinícius de Moraes?

É importante destacar que “As Borboletas”, publicado em 1970, foi posteriormente musicado e faz parte da obra “A Arca de Noé”, destinada ao público infantil. 

Com isso, os poemas voltados para crianças foram escritos inicialmente para os do próprio poeta. São eles:

  • Susana (1940);
  • Pedro (1942);
  • Georgiana (1953);
  • Luciana (1956). 

Além disso, muitos desses textos dedicados aos pequenos ficaram guardados até serem redescobertos anos depois por Vinicius de Moraes.

É verdade que poemas de Vinicius de Moraes foram gravados?

A verdade é que não se tem certeza se o poema “As Borboletas” foi escrito durante a infância dos filhos do poeta e ficou guardado.

Alguns estudiosos do escritor falam sobre se o porma foi uma composição feita em 1970, ano em que foi publicado. 

Sabendo disso, o álbum “L’Arca – Canzoni per Bambini”, de Vinicius de Moraes, que inclui “As Borboletas”, foi lançado inicialmente na Itália. 

Logo, a gravação contou com a colaboração do argentino Luis Enríquez Bacalov (1933), que dirigiu a orquestra do LP.

Por que devemos sempre ler esse poema de Vinicius de Moraes?

Na verdade, “As Borboletas” nos faz pensar sobre a transformação e o ciclo da vida, mostrando que mudanças são inevitáveis e podem ser belas.

A delicadeza e leveza retratadas no poema do escritor nos ensinam a buscar a paz e a serenidade em meio às dificuldades cotidianas.

Com isso, ao ler o poema, somos inspirados a cultivar:

  • Curiosidade da existência humana;
  • Encantamento pelas pequenas coisas da vida.

Reconhecendo, assim, a importância de manter um olhar atento e sensível ao nosso redor. Com certeza muito dos poemas de Vinícius de Moraes irão tocar seu coração.

Frases de Vinícius de Moraes para refletir sobre a vida

Além dos lindos versos dos poemas de Vinicius de Moraes, algumas e frases do escritor e compositor irão tocar o seu coração. Confira a seguir alguns deles:

Clique aqui e aperte o botão

Seguir” para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quem é homem de bem, não trai o amor que lhe quer seu bem.

Que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure.

A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.

A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.

Quem de dentro de si não sai, vai morrer sem amar ninguém.

Críticos são sujeitos que têm mau hálito no pensamento.

Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão.

Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia eu fiz o cimento da minha poesia.

Amai, porque nada melhor para a saúde que um amor correspondido.

Eu sem você sou só desamor, um barco sem mar, um campo sem flor.

Nada renasce antes que se acabe. E o sol que desponta tem que anoitecer.

Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos do que eu.

Não te quero ter porque em meu ser está tudo terminado. Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados.

Você gostou desse lindo poema As Borboletas de Vinícius de Moraes para refletir? Então não perca mais tempo e compartilhe com seus amigos e familiares esses lindos versos de amor.

O que você achou? Siga @diadeajudar no para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Fonte: awebic

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.