Food

Benefícios de não beber café logo pela manhã: descubra a verdade por trás disso!

2024 word3

Tomar café pela manhã é um hábito comum, mas talvez não seja a melhor ideia — pelo menos isso é o que diz um estudo norte-americano. E isso não tem nada a ver com aquela vontade de ir ao banheiro que se pode ter após ingerir uma xícara dele.

A explicação é que a cafeína age na de energia natural do corpo —o que pode levar a uma maior tolerância a esse estimulante. Quem apontou a questão foi Steven Miller, um pós-doutorando em ciências da saúde da Universidade de Bethesada (EUA), que estudou nosso ciclo circadiano, ou seja, o ciclo hormonal de 24 horas pelo qual nosso sono se .

A secreção de cortisol, um dos hormônios que controla o ciclo circadiano e nos faz sentir alerta, é maior pela manhã, para que se garanta quantidade adequada de glicose e de outros substratos energéticos (ácidos graxos e aminoácidos) a todas as células que “acabaram de acordar”. De forma geral, seu pico de produção aconteceria por volta das 8h e 9h.

Isso significa que aquela xícara que você toma ao chegar ao é desnecessária, pois seu corpo já está naturalmente energizado neste horário, tornando a cafeína algo supérfluo. Além de diminuir os efeitos energéticos do café, o cortisol ainda faz com que seu corpo fique mais tolerante a ele. Isso faz com que sejam necessárias cada vez mais xícaras de café para você sentir seus efeitos.

A cafeína é um estimulante do Nervoso Central. Pessoas sensíveis podem ter estímulos elevados mesmo com dosagens baixas de cafeína, resultando em excitação desse sistema e estimulação da glândula pituitária (hipófise) que estimulará a suprarrenal, acarretando produção aumentada de cortisol, além de taquicardia e problemas estomacais se consumido em excesso.

E o cortisol também é considerado um hormônio relacionado ao estresse. Uma maior tolerância à cafeína pode, portanto, levar a níveis elevados de cortisol, que perturbam os ritmos circadianos e causam outros efeitos ruins sobre sua saúde.

Qual é o melhor horário, então?

Prefira os momentos em que os níveis de cortisol diminuem naturalmente. Na maioria das pessoas, os níveis de cortisol chegam ao máximo entre 8h e 9h, 12h e 13h e 17h30 e 18h30. Assim, o melhor seria aproveitar o horário entre 9h30 e 11h30 e 13h30 e 17h00, que são exatamente os momentos em que você precisa daquela força a mais para seguir o .

O que é importante deixar claro é que o horário é uma estimativa, que varia de acordo com a região que a pessoa vive (se é mais ou menos ensolarada, por exemplo), hábitos alimentares e estilo de vida.

Quem troca o dia pela apresenta maior risco de ter as alterações orgânicas mencionadas, por exemplo. Também evite beber o café preto em jejum, se o seu estômago for sensível, e depois das 18h30, para conseguir pegar no sono com mais facilidade. O que você menos precisa é estímulo na hora de dormir.

Fontes: Cezar Henrique de Azevedo, nutricionista e professor Dr. da Universidade Catolica de Santos; Francisco Tostes, endocrinologista especialista em medicina do esporte, além de membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

*Com matéria de março de 2018.

Fonte: uol

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.