Grupo do Whatsapp Cuiabá
Política

Senadora defende autonomia e afirma: Não devo satisfações a Fávaro

2024 word3

Conteúdo/ODOC – A relação entre a senadora Margareth Buzetti (PSD) e o ministro da Agricultura e Pecuária (Mapa), Carlos Fávaro (PSD), segue marcada pela distância e pela falta de alinhamento.

Buzetti assumiu temporariamente a cadeira do ministro, para ele integrar o primeiro escalão do presidente Lula (PT), mas sua atuação não parece satisfazer Fávaro.

Ele esperava que Buzetti cumprisse acordos anteriores, como abrir para o suplente da chapa e votar alinhada com o Federal, o que não vem ocorrendo. Buzetti afirma que o espaço será cedido no momento certo.

Em uma entrevista recente ao programa , da rádio Vila Real FM, Buzetti pareceu minimizar a importância da relação com Fávaro, afirmando que cada um tem sua responsabilidade e que ela não sente necessidade de consultar o ministro. “Eu cuido do meu trabalho e ele cuida do dele e está tudo certo. Não o consulto e acho que nem tenho porque consultar. Tenho liberdade como senadora. Sou uma das primeiras a chegar e uma das últimas a sair”, afirma Buzetti.

Ela também gerou controvérsia ao apoiar a candidatura do presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho, à prefeitura de Cuiabá, indo contra a orientação do partido, o que poderia resultar em sua expulsão.

Apesar disso, Buzetti afirma manter uma boa relação com o PSD nacional, ressaltando seu trabalho no Senado, com projetos aprovados e protocolados. Ainda assim, a situação indica uma divisão e possíveis conflitos dentro do partido, especialmente em relação à sua postura independente em questões políticas locais.

Fonte: odocumento

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.