Grupo do Whatsapp Cuiabá
Política

Queda surpreendente de Barbudo nas eleições gera mistério sobre posse de Amália Barros

2024 word1

2024 word1

Conteúdo/ODOC –  suplente do Partido Liberal, do ex-presidente Jair Bolsonaro, está recluso e evitando a imprensa ao falar da possibilidade de um novo mandato na Federal após a morte da deputada federal Amália Barros.

O parlamentar saiu de um expressiva votação nas em 2018, exerceu seu primeiro mandado com ações alinhadas com a direita e o então presidente Jair Bolsonaro, mas surpreendeu na campanha de reeleição em , quando não conseguiu ser eleito.

Em 2018, o ex-parlamentar recebeu 126.249, sendo o mais votado do estado, já nas eleições de 2022, Nelson Barbudo não foi eleito e recebeu 53.285. Os parlamentarem do PL eleitos foram Abílio Brunini, José Medeiros, Coronel Fernanda e Amália Barros.

O PL em Mato Grosso aguarda a convocação de posse de barbudo, que até o momento não se manifestou sequer sobre a morte de Amália – que passou pela retirada de um nódulo no pâncreas e teve o quadro de saúde piorado, até chegar ao óbito.

Barbudo já deveria assumir uma das quatro cadeiras no PL na câmara, isso porque o deputado federal Abílio Brunini irá disputar a de Cuiabá nas eleições deste .

A segunda suplência é do ex-vereador e ex-presidente da Câmara de Rondonópolis, Rodrigo da Zaeli, que obteve apenas 6.965 votos.

Fonte: odocumento

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.