Grupo do Whatsapp CuiabĂĄ
PolĂ­tica

Projeto de Lei propÔe medalha para policiais que confrontarem criminosos

2024 word3

O deputado estadual Rafael Ranalli () apresenta na Assembleia Legislativa, o destaque pĂșblico aos membros de Segurança PĂșblica do Estado de Mato Grosso que, no cumprimento de suas funçÔes, realizem açÔes de grande relevĂąncia na proteção da sociedade sejam agraciados com a  “Medalha Sargento Odenil Alves”.

O projeto, farĂĄ jus a homenagem com a medalha, o agente de segurança pĂșblica, que em cumprimento ao dever legal, e em decorrĂȘncia da ação em defesa da vida, do patrimĂŽnio seu, de terceiro, levar a Ăłbito o infrator, ou agente de segurança pĂșblica que vier a Ăłbito, for ferido ou alvejado durante a ação, e realizem açÔes de grande relevĂąncia na proteção a sociedade, estrito cumprimento de dever legal ou no exercĂ­cio regular do .

Além disso, tal concessão da servirå como recomendação ao governo do estado para que o promova o agente de segurança agraciado.

No projeto fica estabelecido que serĂŁo consideradas açÔes de grande relevĂąncia, açÔes que resultem na morte do criminoso, agente de segurança pĂșblica que for morto, agente que agir em legĂ­tima defesa, que envolva a prevenção de crimes de grande impacto e tambĂ©m demonstre coragem, destemor e eficiĂȘncia na aplicação da .

A homenagem e medalha serå concedida por suas respectivas corporaçÔes, com a devida fundamentação e comprovação dos fatos que motivaram a indicação, que serão homenageados por qualquer deputado da Assembleia Legislativa e aprovado no plenårio.

“Considerando as inĂșmeras situaçÔes de violĂȘncia e mortes de ocorridas no Estado de Mato Grosso, como o acontecido com o Sargento Odenil Alves Pedroso, faz-se necessĂĄrio a valorização social de todos os agentes da segurança pĂșblica, que dedicam-se ao a criminalidade e colocam a sua vida em risco para salvaguardar a vida de nossos cidadĂŁos, diante da tentativa das organizaçÔes criminosas que tentam se instalar no Estado, sendo a maneira de levar o recado a toda sociedade que o Estado estĂĄ com seus homens”, diz parte da justificativa.

Caso aprovado, o projeto entrarå em vigor na data da sua publicação.

Caso Odenil

O policial militar Odenil Alves Pedroso, de 46 anos, foi assassinado no final de maio deste ano com um tiro na cabeça, quando estava lanchando em frente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Morada do Ouro, onde prestava serviço.

No início de junho, o Governo de Mato Grosso anunciou uma recompensa de R$ 10 mil para quem tiver informaçÔes que levem à captura de Rafael Amorim de Brito, identificado como o principal suspeito de matar a tiros o militar, mas até hoje, o assassino não foi localizado.

Uma das linhas de investigação é que o assassinato tenha sido uma resposta do crime organizado à morte de Micael Oliveira Medeiros, conhecido como Satã.

Fonte: odocumento

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidåria que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.