Grupo do Whatsapp Cuiabá
Política

Pesquisadora confirma ida ao Congresso após denunciar ‘milícia digital’ de Janja

2024 word2
CRM Com Automação Canal Mídia

A pesquisadora Michele Prado confirmou, nesta -feira, 15, que vai ao Parlamento para falar sobre os ataques que sofreu nas redes sociais, depois de corrigir uma noticiada, ao vivo, por uma jornalista e interpelar o secretário de Comunicação, Paulo Pimenta.

Michele acabou desligada do Monitor do Debate Político do Meio Digital da USP, após retificar a forma como os dados do levantamento do qual participou foi noticiada na GloboNews, no contexto das enchentes no Rio Grande do Sul.

“Prezado Nikolas Ferreira, reconsiderei o convite para falar ao Congresso e aceitarei esclarecer, baseada na verdade dos fatos, todas as informações a respeito do episódio e me defender das mentiras que a brutal campanha de cyberbullying contra mim, oriunda, principalmente, de setores de esquerda, tem disseminado nas redes”, disse Michele.

Ontem, Ferreira anunciou um convite à pesquisadora a fim de ela explicar o que aconteceu e esclarecer , entre elas, a de uma “ digital” que teria sido criada pela primeira-dama Janja. A princípio, Michele recusou, mas, agora, decidiu ir.

Em uma sequência de tuítes, Michele explicou: “Um monte de gente cometendo crime de cyberbullying contra uma pessoa. Mas esse cyberbullying, quando vem da esquerda, é socialmente aceito. Até quando?”.

: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.