Grupo do Whatsapp Cuiabá
Política

Centro anti fake news coordenado por Alexandre de Moraes começa a suspender contas online

2024 word2
CRM Com Automação Canal Mídia

O presidente do Tribunal Superior (TSE), , informou, nesta quarta-feira, 3, que o Centro Integrado de Enfrentamento à Desinformação e Defesa da Democracia (Ciedde) já começou a tirar do ar páginas que disseminam supostas fake news.

“Foi montado um falso do próprio Ciedde, em várias plataformas, como se fosse realmente um site e, no caso do ex-, um perfil oficial”, disse o ministro, durante a assinatura de acordos entre o Ciedde, a Polícia Federal (PF) e a Advocacia-Geral da ().

Dessa forma, o Ciedde acionou as plataformas digitais que, segundo Moraes, removeram o conteúdo “rapidamente”. O presidente do TSE observou que o caso demonstrou a agilidade da Justiça Eleitoral.

Censura TSE
O Presidente Do Tse, Alexandre De Moraes, Durante Sessão Plenária – 27/2/2024 | Foto: Luiz Roberto/Secom/Tse

Além de PF e AGU, já aderiram ao Ciedde, em sua inauguração em março, os Tribunais Regionais Eleitorais, big techs, o Ministério da Justiça, a Procuradoria-Geral da República e a Anatel.

Moraes elogiou os colaboradores e afirmou que a desinformação é o “mal do século 21”. Ainda de acordo com o ministro, o enfrentamento de notícias falsas nas eleições “nada mais é do que a defesa do voto do eleitor”.

“O eleitor não pode ser induzido por notícias falsas”, declarou. “Não é possível que as redes sociais sejam usadas para fazer lavagem cerebral nos eleitores com notícias falsas.”

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.