Grupo do Whatsapp Cuiabá
Mundo

Trump paga fiança de US$ 175 milhões em caso de fraude: saiba mais!

2024 word3
CRM Com Automação Canal Mídia

O ex-presidente pagou uma fiança de US$ 175 milhões (cerca de R$ 945 milhões) em um processo civil por fraude financeira no Estado de Nova York nesta , 1º.

Inicialmente, Trump deveria pagar uma fiança de US$ 454 milhões (cerca de R$ 2,2 bilhões), mas, em 25 de março, um tribunal de apelações suspendeu a execução da sentença do juiz Arthur Engoron, sob a condição de que o ex-presidente pagasse a quantia menor dentro de um prazo de dez dias.

Com isso, Trump evitou que suas propriedades fossem apreendidas pelas autoridades estaduais, o que poderia prejudicar seu império empresarial.

Entre os bens do empresário estão a Trump Tower, em Nova York; um resort de 370 acres, com campo de golfe em Westchester, e outro em Mar-a-Lago, em Palm Beach, ambos na Flórida.

Resort Mar-a-Lago de Trump
O Resort De Mar-A-Lago, Na Flórida, Com Praia Privativa, Foi Adquirido Por Trump Em 1985 E Reformado Em 1993 |Foto: Divulgação/The Mar-A-Lago Club

Recentemente, Trump afirmou ter quase meio bilhão de dólares em dinheiro (cerca de R$ 2,5 bi), além de bilhões de dólares em e outros ativos, mas disse que queria ter alguma reserva disponível para sua candidatura presidencial.

O republicano recorreu da decisão em relação ao mérito do caso. Se ele vencer, não será necessário pagar nada ao Estado e ainda receberá de volta o valor que empenhou agora.

Um painel de três juízes do tribunal de apelações vai ouvir o recurso de Trump sobre o mérito da decisão.

Entenda a acusação

Em 16 de fevereiro, Trump, que está concorrendo contra o presidente democrata Joe Biden nas eleições de novembro nos EUA, foi considerado responsável por inflar fraudulentamente seu patrimônio líquido em bilhões de dólares para obter melhores condições de empréstimo e seguro.

O ex-presidente nega qualquer irregularidade e acusa a procuradora-geral do Estado de Nova York, Letitia James, que o processou em 2022, de ser democrata e realizar uma “caça às bruxas política”.

Série de ações

O caso faz parte de uma série de problemas legais que Trump enfrenta, incluindo um julgamento criminal em Nova York marcado para começar em 15 de abril. Nesse caso, ele é acusado de encobrir ilegalmente pagamentos “de silêncio” a uma atriz pornô antes das eleições de 2016.

Ele também foi acusado em dois casos de tentar reverter sua derrota eleitoral de 2020 para Biden.

Corre na Justiça ainda outra ação sobre seu suposto manuseio de documentos confidenciais ao deixar o cargo.

Os casos têm sido marcados por atrasos e podem não ir a julgamento antes das eleições de novembro. Trump se declarou inocente em todos eles.

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.