Mundo

Professores norte-americanos são atacados na China: o que se sabe até agora

2024 word3

Quatro norte-americanos, professores da Universidade de Cornell, foram esfaqueados em uma praça pública da nesta segunda-, 10. O grupo atuava em um programa de intercâmbio no nordeste do país asiático.

O Departamento de Estado norte-americano informou que está ciente do incidente e acompanha a situação atentamente. Por outro lado, as autoridades chinesas tentam suprimir o episódio. Lin Jian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, classifica o ocorrido como um “incidente isolado”.

A censura de informações sobre o crime foi imediata nas redes sociais e na imprensa. Hashtags, imagens e vídeos sobre o ataque foram rapidamente bloqueados ou removidos da  pela ditadura de Xi Jinping.

O porta-voz do governo afirmou nesta terça-feira, 11, que os feridos foram levados para um hospital e não apresentam quadro grave.

Sobre o ataque

A polícia prendeu um homem de 55 anos que teria cometido a agressão. Segundo as autoridades, o agressor, de sobrenome Cui, iniciou a violenta após esbarrar em um estrangeiro no parque público.

As vítimas estavam acompanhadas por um membro do corpo docente da Universidade de Beihua no momento do crime. Além dos professores, duas outras pessoas que tentaram intervir foram feridas. Uma investigação está em andamento para apurar os detalhes do caso.

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.