Mundo

Milei celebra vitória da direita nas eleições europeias

2024 word1

O presidente da Argentina, , comemorou a vitória de políticos conservadores no Parlamento da União Europeia. “Tremendo avanço da nova direita na ”, escreveu o argentino neste domingo, 9, em sua conta oficial do Twitter/X.

Milei também afirmou que as eleições europeias “colocaram um freio a todos aqueles que empurram a agenda 2030”. “Uma agenda desumana, desenhada por burocratas, para benefício deles próprios.”

A agenda 2030 é referência do programa sob coordenação da Organização das Nações Unidas. De acordo com a entidade, são ações voltadas a práticas sustentáveis mundo afora.

Além disso, o presidente argentino disse que “a Europa revalidou com seu voto nossa visão”. “Apesar do choro dos ‘progressistas’ locais e internacionais, jornalistas e políticos, que duvidaram do novo posicionamento da Argentina para disfarçar suas intenções globalistas.”

Milei diz que a agenda 2030 é “nefasta”

Javier Milei também afirmou que “essa agenda nefasta” sofreu uma “ derrota”. Ao celebrar a vitória da direita na Europa, o argentino lembrou uma frase do general San Martin, que teve um papel importante na independência da Argentina.

“Um só faz mais barulho gritando do que cem mil calados, dizia o general San Martin”, lembrou Milei. “E como temos gritado!”

Gustavo Petro, da Colômbia, lamentou a vitória da direita na Europa

Em contrapartida, o presidente da Colômbia, o esquerdista Gustavo Petro, lamentou a vitória da direita na Europa. Também por meio do Twitter/X, o -guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) afirmou que “as luzes do século se apagaram”.

Segundo Petro, os europeus “não perceberam a ascensão do fascismo ao poder”. O presidente colombiano acredita que o continente americano “é um farol da democracia”. 

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.