Mundo

Israel tem acesso remoto às câmeras de hospital em Gaza, revelando reféns sendo arrastados por terroristas

2024 word2

As (FDI) divulgaram, neste domingo, 19, imagens internas do Hospital Shifa, capturadas no 7 de outubro, entre às 10h42 e às 11h:01, data do ataque terrorista em Israel. Nelas aparecem dois reféns do Hamas sendo arrastados brutalmente pelos membros do grupo extremista islâmico dentro da unidade de saúde.

As vítimas, um civil nepalês e um civil tailandês, foram sequestradas em Israel no dia do massacre. Nas imagens, é possível ver um dos homens ferido em uma maca. O outro homem aparece andando. Ambos cercados por terroristas fortemente armados.

+ Leia mais do Mundo em Oeste

Também neste domingo, 19, as FDI divulgaram fotos capturadas das imagens externas das câmeras do hospital. Nelas aparecem os dois veículos militares israelenses roubados pelos terroristas no dia dos ataques.

As capturas mostrando a movimentação na entrada do hospital, também são do dia 7 de outubro, entre às 10h42 e às 11h:01.

veículos do exército de Israel roubados pelo Hamasveículos do exército de Israel roubados pelo Hamas
Os Veículos Militares Israelenses, Roubados Pelo Hamas, Aparecem Entrando Dentro Do Complexo Do Hospital Shifa, No Dia Dos Ataques A Israel | Foto: Reprodução/Vídeo/Fdi

As autoridades israelenses disseram, por meio de suas redes sociais, que essas imagens são mais uma prova de que o Hamas usava o complexo do Hospital Shifa, no dia do massacre a Israel, como infraestrutura terrorista.

Hospital Shifa e a infraestrutura do Hamas

O Hospital Shifa é o maior de Gaza e vinha sendo usado pelo grupo Hamas como quartel-general. De acordo com as FDI, os terroristas faziam de funcionários civis e pacientes palestinos, seus escudos humanos. Eles construíram galerias de túneis no subsolo do complexo hospitalar.

Neste domingo, 19, o governo de Israel divulgou imagens comprovando a existência dos túneis. De acordo com o serviço de inteligência israelense, eram dessas galerias que os terroristas planejavam os ataques, disparavam mísseis, escondiam-se e mantinham seus reféns.

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.