Grupo do Whatsapp Cuiabá
Mundo

Israel desvenda esconderijo do Hamas embaixo de prédio da ONU em Gaza

2024 word3
CRM Com Automação Canal Mídia

As Forças de Defesa de Israel (FDI) encontraram um datacenter usado para ações de inteligência do , sob o prédio da agência para refugiados palestinos da Organização das Nações Unidas (UNRWA). O edifício fica em Gaza, cidade controlada pelo grupo terrorista.

+

, a informação veio a público poucas semanas depois de Israel acusar 12 funcionários da agência de participarem do massacre de 7 de outubro, quando os terroristas do Hamas mataram mais de mil pessoas — a maioria civis — e sequestraram 250 pessoas.

A acusação levou dezenas de países a suspenderem as doações à UNRWA. O Brasil, contudo, seguirá ajudando a agência, .

Segundo as FDI, o datacenter subterrâneo conta com uma central elétrica, bancos de energia de baterias industriais e alojamentos para os terroristas que operam os servidores da rede de dados do Hamas. Sob a agência da ONU, o local considerado insuspeito.

A sede da UNRWA em Gaza está localizada no nobre de Rimal, área onde as FDI já haviam desmantelado uma sede do Hamas, porém, sem encontrar o datacenter. O local exato só foi descoberto agora, depois de informações obtidas em interrogatórios de terroristas capturados pelos militares israelenses.

O que Israel encontrou no datacenter sob o prédio da agência de refugiados palestinos da ONU?

israel hamas datacenter
Hamas mantinha servidores e computadores no datacenter | Foto: Reprodução/Twitter/X/@IDF

As FDI convidaram jornalistas para visitar o datacenter do Hamas. Segundo o The Times of Israel, em razão de alguns indícios encontrados no local, o governo de Israel suspeita que funcionários da UNRWA sabiam da existência do local e colaboravam com os terroristas.  

De acordo com o jornal israelense, depois de um percurso de 700 metros por um túnel, os jornalistas, acompanhados de militares das FDI, chegaram a um amplo corredor com azulejos, ar-condicionado e luminárias. “O local estava repleto de cartazes com o logotipo do braço militar do Hamas, as Brigadas Al-Qassam, alguns com instruções de segurança operacional para os terroristas que administram o centro de dados”, descreve a reportagem do jornal israelense.

“Ao longo do corredor existiam vários quartos, incluindo uma quitinete, uma sala de reuniões com cadeiras de escritório, dois banheiros e uma sala com vários colchões”, relata a reportagem. “As tropas encontraram várias pequenas scooters, que se acredita terem sido usadas pelo Hamas para atravessar as instalações do túnel com facilidade.”

Hamas Israel datacenter
Parte Da Central Elétrica Do Hamas Sob O Prédio Da Onu | Foto: Reprodução/Twitter/X/@Idf

Cerca de 300 metros depois, estão o datacenter e a sala reservada à central, onde há vários painéis elétricos, inversores de energia e dezenas de baterias industriais fora da rede. Na central de dados, “havia cerca de meia dúzia de fileiras de gabinetes de servidores, cada um com racks de computadores para as operações do Hamas”, descreve The Times of Israel.

Nesse momento, o coronel Nissim Hazan disse aos jornalistas: “Estamos agora no centro do segredo, debaixo do edifício principal da UNRWA. É aqui que o Hamas mantém os seus servidores de inteligência”, disse Hazan.

+

As FDI coletaram discos rígidos apreendidos no datacenter e anunciaram que o local será destruído com “uma grande explosão”. Na parte de cima da central de dados, fica o prédio da UNRWA. Lá foram encontrados granadas, foguetes, lançadores e explosivos, mas que só teriam sido deixados no local depois que os funcionários da ONU desocuparam a agência, em outubro.  

Militares das IDF disseram que as tropas encontraram equipamentos e documentos que indicavam que mostram que em alguns dos escritórios da UNRWA “foram usados ​​por terroristas do Hamas”.

“Não há dúvida de que o pessoal da UNRWA sabia que o Hamas cavava um enorme túnel por baixo deles”, disse o coronel Benny Aharon. “Tem um muro perimetral, um , câmeras, no portão eles registram quem entra e quem sai. Quem trabalhou na UNRWA sabia muito bem quem estava chegando e quem estava protegendo.”

+

Segundo o coronel, a sala de servidores da UNRWA fica exatamente sobre o centro de dados subterrâneo do Hamas. “Alguns dos cabos estão conectados”, disse ele, durante a visita dos jornalistas, mostrando uma linha de cabos descendo até o chão.

Os militares também disseram que os cabos elétricos que vão do prédio da ONU ao túnel forneciam energia para a infraestrutura subterrânea do Hamas.

Ao evacuar o prédio da ONU, os funcionários da agência teriam apagado todos os registros dos computadores e as gravações digitais das câmeras de vigilância, além de terem cortado cabos. “Esse é o comportamento de quem tem algo a esconder”, disse Aharon.

A saber sobre o funcionamento do datacenter do Hamas e qualquer envolvimento com os terroristas.

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.