Grupo do Whatsapp Cuiabá
Mundo

Homem vence diabetes com tratamento inovador segundo Nature

2024 word2

Que notícia boa! Um homem foi curado de diabetes após um tratamento experimental com -tronco. A notícia boa saiu na prestigiada revista científica britânica Nature. (veja abaixo)

Ele sofria de diabetes tipo 2 há 25 anos e depois do procedimento não toma insulina há quase 3 anos, mais precisamente 33 meses.

Isso aconteceu depois de receber um transplante regenerativo de células de ilhotas, que são as células no pâncreas que produzem insulina, o hormônio responsável por controlar os níveis de glicose no sangue.

Como conseguiram

A pesquisa foi feita com cientistas do Centro de Ciência de Células Moleculares da Academia Chinesa de Ciências e o nome do paciente foi preservado.

Yin Hao, pesquisador líder da equipe e do Centro de Transplante de Órgãos do Hospital Shanghai Changzheng, disse que eles pegaram as células mononucleares do sangue do próprio paciente e usaram métodos existentes para reprogramá-las de volta em células-tronco pluripotentes.

Depois o material foi injetado no pâncreas do homem.

“Nossa tecnologia amadureceu e ultrapassou limites no campo da medicina regenerativa para o tratamento do diabetes”, disse Yin ao China Daily.

O paciente

O homem que recebeu o tratamento experimental fazia várias injeções de insulina diariamente, além de ter feito um transplante de rim.

Depois de receber as células-tronco fabricadas em 2021, ele ficou sem insulina externa durante 11 semanas, e os traços da começaram a desaparecer.

“Os exames de acompanhamento mostraram que a função das ilhotas pancreáticas do paciente foi efetivamente restaurada e que sua função renal estava dentro da normalidade”, disse Yin.

“Tais resultados sugerem que o tratamento pode evitar a progressão das complicações diabéticas.”

O artigo foi publicado na Cell Discovery, da revista Nature, em 30 de abril.

Os autores disseram que os próximos estudos devem explorar a farmacologia de medicamentos que possam fornecer equivalentes disponíveis no mercado para o transplante de ilhotas.

Leia mais notícia boa

A doença

A diabetes, particularmente a tipo 2 – que pode se desenvolver devido a más escolhas alimentares e de estilo de vida – é uma das doenças não transmissíveis mais prevalentes no mundo.

Por isso, as pessoas ficam incapazes de produzir a sua própria insulina e, por isso, sofrem de problemas renais, cegueira, amputação e problemas cardiovasculares.

Mas esta nova descoberta, que surge após 10 anos de pesquisas e testes, pode mudar o paradigma da doença.

O homem curado da diabetes não precisa tomar insulina há quase 3 anos. - Foto: Pixabay

O homem curado da diabetes não precisa tomar insulina há quase 3 anos. – Foto: Pixabay

Fonte: sonoticiaboa

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.