Grupo do Whatsapp Cuiabá
Cinema

Duna 2: Descubra o significado dos símbolos no rosto de Rebecca Ferguson no filme

2024 word2

Cada novo mundo tem seu próprio dialeto criado para a ocasião. De a , sem esquecer, é claro, de (para citar apenas alguns), muitas sagas e filmes de fantasia e científica apresentaram ao público novos inventados por seus respectivos criadores. E , tanto o livro quanto o filme, não é exceção à regra.

Já na primeira parte, descobrimos o idioma Chakobsa, a língua dos Fremen criada por em sua série de livros homônima, na qual os filmes se baseiam. E embora a versão literária desse dialeto seja uma fusão de vários idiomas existentes, a versão cinematográfica teve que ser desenvolvida. O Chakobsa de Duna e seu vocabulário foram enriquecidos para a telona.

2024 word2
Warner Bros.

Para isso, o diretor recorreu a dois especialistas: os criadores profissionais de idiomas e Jessie Peterson. O primeiro é responsável, entre outras coisas, pelos idiomas ouvidos em Game of Thrones, e , enquanto o segundo também trabalhou em séries Motherland: Fort Salem e . E, juntos, eles criaram a versão cinematográfica da língua Fremen.

Como Peterson destaca, trabalhar em Duna foi um pouco mais difícil do que trabalhar em Game of Thrones, pois Frank Herbert se inspirou em diferentes idiomas da vida real, o que tornou tudo menos estruturado.

“Há algumas palavras inventadas por Frank Herbert, algumas palavras e frases inspiradas no árabe. Quando criamos esse idioma, tivemos que incorporar isso, mas também criar algo que tivesse sua própria estrutura”, explicou ele ao site francês AlloCiné.

Pegar o material de origem e estendê-lo para o cinema: esse era o objetivo. E a linguagem, que não era praticável como tal nos livros, agora é. A dupla criou 750 palavras para a ocasião e, se você adicionar alguns prefixos e sufixos a algumas delas, terá um número ainda maior.

E os símbolos no rosto de Jessica?

2024 word2
Warner Bros.

Depois de assistir a , muitas pessoas se perguntaram o que os símbolos no rosto de Jessica, a mãe de Paul (), interpretada por , representavam e, acima de tudo, o que significavam. Por isso, o AlloCiné fez essa pergunta a David J. Peterson.

“Jessica tem a Litania Contra o Medo, traduzida para o idioma Fremen, escrita em seu rosto. Portanto, todos os símbolos que você vê no rosto dela são da linguagem Fremen que criamos”, explica ele.

Os fãs de Duna saberão que a Litania Contra o Medo é o mantra das Irmãs Bene Gesserit, uma fórmula sagrada ou oração curta que Jessica foi ouvida recitando na primeira parte. O que há de especial nessa litania é que seu objetivo não é suprimir o medo, mas permitir que ele passe pela pessoa afetada, permitindo que ela se afaste e o supere.

É assim que ela é lida nos livros:

“Não conhecerei o medo porque o medo mata o espírito. O medo é a pequena morte que leva à obliteração total. Enfrentarei meu medo. Permitirei que ele passe sobre mim, através de mim. E quando ele tiver passado, voltarei meu olhar interior para seu caminho. E onde ele tiver passado, não haverá nada. Nada além de mim.”


Duna: Parte 2




*Fique por dentro das novidades dos filmes e séries e receba oportunidades exclusivas. Ouça no Spotify ou em sua de áudio favorita, participe do nosso e seja um Adorer de Carteirinha!

Fonte: adorocinema

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.