Boas Ações

Viúvo agradece ajuda em vaquinha após acidente trágico ao fritar ovo; atualização sobre seu estado.

2024 word1

Mais uma história com final feliz! O Régis Candido fez questão de agradecer o apoio que recebeu dos seguidores do Só Vaquinha Boa e Só Notícia Boa, após a ajuda que recebeu com a vaquinha lançada para ele. Regis ficou viúvo em março, quando a mulher dele, Elisangela de Jesus, infelizmente em decorrência de um acidente ao fritar ovo.

A jovem sofreu queimaduras em todo rosto e parte do corpo, passou 10 dias internada e infelizmente não resistiu. A mulher deixou o marido e uma filha de 1 , que ainda amamentava.

“Com o dinheiro eu paguei algumas contas atrasadas, consegui alugar uma casa e o restante eu guardei, para usar com emergências com a minha filha. Eu só tenho o que agradecer a todos que ajudaram a minha família”, disse Regis, em entrevista exclusiva ao Só Notícia Boa.

Relembre a história

Regis contou que Elisangela chegou do trabalho e foi fritar um ovo para comer. Ela colocou uma frigideira com óleo para esquentar no fogão e quebrou um ovo em um copo para ver se o alimento não estava estragado. O copo tinha água, e ela não percebeu. Ao despejar o ovo com a água na frigideira com óleo, as chamas subiram.

A mulher foi imediatamente socorrida para a Santa Casa de Rio Claro (SP), onde eles moravam. Elisângela passou por vários cuidados especializados, mas veio a falecer 10 dias depois, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

Regis estava desempregado, o que aumentou o desespero do pai. Foi quando ele pediu ajuda e a história foi contada no site do Só Vaquinha Boa.

Veja outras histórias do SVB:

Vida transformada

Após a vaquinha, Regis ainda recebeu algumas críticas por não estar trabalhando. O pai contou que não foi facil, mas a vontade de ver a filha bem era o maior combustível que tinha.

“As pessoas falam muito, mas nem imaginam a dor que eu passei. Eu perdi o amor da minha vida e não podia cair em momento algum porque tenho uma filha de 1 ano que não entende muito o que está acontecendo com as nossas vidas”, lamentou o pai.

Regis estava fazendo um curso de soldador e conseguiu concluir. Agora ele estuda na Universidade Anhanguera e disse que a meta é construir um futuro para a filha, sem sofrimento ou dificuldades.

“Estamos bem. Eu estou estudando e também consegui um emprego novo. Estou fazendo de tudo para que minha filha tenha o que precisa. E eu só tenho o que agradecer a todo mundo que nos ajudou. Gratidão de verdade”, concluiu o pai.

Fonte: sonoticiaboa

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.