Grupo do Whatsapp Cuiabá
Boas Ações

Crianças de todo o Brasil se unem em cartinhas solidárias para ajudar vítimas das enchentes no RS

2024 word1
CRM Com Automação Canal Mídia

Essa é uma daquelas atitudes que aquecem o coração! Crianças de diferentes regiões do Brasil enviam cartinhas de apoio e conforto para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul (RS). 

Com como “Vai ficar tudo certo, viu?! Fica bem”, “Oi, você não está sozinho”, “Quero dizer que tudo vai passar”, esses pequenos espalham esperança e solidariedade. (Leia outras mensagens abaixo) 

E junto das palavras de carinho, muitos alunos e familiares juntaram doações de água, alimentos, roupas, doces e brinquedos para tentar amenizar o sofrimento, especialmente das crianças que foram afetadas pela tragédia.  

Mato Grosso

Uma dessas crianças é Maria Eduarda, de 10 anos, que mora em Campo Verde, Mato Grosso.

“Espero do fundo da minha alma que vocês fiquem bem”, escreveu a pequena na cartinha. 

A mãe dela, Lívia Dutra, disse que a iniciativa veio da própria garota, que ficou sensibilizada com a tragédia. 

Ceará 

Envelopes decorados também foram enviados de Beberibe, Ceará. 

“Quero desejar muitas coisas boas para vocês. Eu rezo todos os dias”, disse a estudante Heloá.

“Eu sei que vocês estão passando por um momento difícil. Mas saibam que eu estou orando por vocês todas as noites. Eu espero que essas palavras tenham ajudado vocês”, dizia a mensagem da aluna Letícia.

Com as cartas dos alunos, também chegaram 50 fardos de água, roupas, alimentos e produtos de higiene aos gaúchos. 

Pernambuco 

Os estudantes da Escola General Abreu e Lima, em Pernambuco, também se uniram nesse ato de solidariedade. 

“Espero que todos voltem para suas casas e conquistem tudo que perderam”, dizia uma das cartinhas. 

As mensagens foram levadas para o RS pelos bombeiros militares e agentes da Defesa Civil do Estado que foram ajudar nos resgates.

Santa Catarina 

Em Chapecó, Santa Catarina, alunos mandaram mensagens dentro de cestas básicas para doação na região metropolitana de Porto Alegre. 

A professora Elizabete Gonçalves disse que a ideia veio das crianças. Elas comentavam as boas ações realizadas pelos pais e também queria ajudar de alguma forma.

João Pedro Pertille fez um desenho que representa o sentimento de solidariedade. “Eu desenhei um helicóptero resgatando uma pessoa, que estava no telhado de uma casa. Eu quero que a pessoa que receber minha cartinha fique feliz e saiba que tudo isso vai passar”, disse o garoto.

Leia mais notícia boa 

Paraná 

Em Paranavaí, Paraná, uma turma do 5º ano de uma escola municipal também se mobilizou.

“Não sei para quem vai, se é para menino, menina, jovem, adulto. Espero que gostem das cartinhas que a minha turma fez. Que essas cartas esquentem o coração de cada um”, disse a estudante Luana Chaves, de 10 anos, ao ler a carta escrita por ela.

São Paulo

Mais cartinhas saíram de Barueri, São Paulo. No prédio da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), em Canoas, as cartas foram encontradas entre as doações recebidas.

“Queridas crianças, nós estamos orando por vocês. Eu estou torcendo para que esse temporal passe logo. Lâmpada para os meus pés é a tua , Senhor. Com amor, Luiza.” 

O reitor da Ulbra, Thomas Heimann, ressaltou: “a tragédia é terrível, mas ela cria espaços para eclodir o amor, a empatia, a solidariedade”.

Minas Gerais 

A partir de uma atividade em sala de aula, estudantes de Belo Horizonte, Minas Gerais, entraram na corrente de amor. 

“Rio Grande do Sul, Deus vai abençoar vocês e vai ficar tudo bem. Que Deus abençoe vocês. ”, escreveu Mikelly Vitória dos Santos, de 9 anos.

Essa foi a mensagem de Laura Giovanna Fiúza, de 10 anos: “Desejo muitas forças para vocês e eu sei como é perder alguém que ama. Eu quero que vocês saibam que estamos com vocês para tudo. Eu sei que não posso ajudar muito, mas espero que meu abraço e meu carinho chegue até vocês”. 

Para levar as mensagens aos vizinhos gaúchos, alunos de SC organizam as cartas em cestas básicas. - Foto: Diego de Bastiani/ Prefeitura de Chapecó

Para levar as mensagens aos vizinhos gaúchos, alunos de SC organizam as cartas em cestas básicas. – Foto: Diego de Bastiani/ Prefeitura de Chapecó

Cartinhas que as crianças de Beberibe - CE enviaram ao RS. - Foto: reprodução 

Cartinhas que as crianças de Beberibe – CE enviaram ao RS. – Foto: reprodução

Os pequenos capricharam nos desenhos! - Foto: Jônatha Bittencourt / Agência RBS

Os pequenos capricharam nos desenhos! – Foto: Jônatha Bittencourt / Agência RBS

O gesto simples, mas repleto de amor, aquece os corações e renova a esperança em tempos difíceis. - Foto: Jônatha Bittencourt / Agência RBS

O gesto simples, mas repleto de amor, aquece os corações e renova a esperança em tempos difíceis. – Foto: Jônatha Bittencourt / Agência RBS

Com informações do G1 e JN  

Fonte: sonoticiaboa

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.