Grupo do Whatsapp Cuiabá
Agronegócio

Como Amado de Oliveira Filho tornou-se referência técnica e infelizmente deixou sua marca na Acrimat

2024 word1
CRM Com Automação Canal Mídia

Faleceu nesta segunda-feira (12), em á, Amado de Oliveira Filho, consultor técnico da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat).

Grande entusiasta e defensor da agropecuária, Amado havia passado por uma cirurgia cardíaca no dia 7 de fevereiro. O procedimento foi bem sucedido, contudo durante sua recuperação teve uma parada cardíaca, tendo que vir a ser entubado na .

Em nota, a Acrimat lamenta a perda do parceiro de jornada da entidade e do setor produtivo mato-grossense, com mais de 30 anos de dedicação ao agronegócio.

O consultor técnico acompanhava as edições do projeto Acrimat em Ação, Acricorte e coordenava o programa Produção Sustentável de Bezerros.

O Sistema Famato, também em nota, lamenta a perda do amigo. Amado foi o primeiro superintende do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), quando da idealização do projeto em 1998, juntamente com Homero Pereira, já falecido.

Confira a nota da Acrimat:

É com profundo pesar que a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) recebeu neste dia 12/02/2024 a notícia do falecimento do Dr. Amado de Oliveira Filho.

Amado, prestes a completar 69 anos era economista com mais de 30 anos dedicados ao agronegócio, passando pela Famato era consultor da Acrimat há mais de uma década. Acompanhou todas as edições do Acrimat em Ação, Acricorte e coordenava o programa Produção Sustentável de Bezerros. Amado deixa um casal de filhos e uma neta.

Ficam seus ensinamentos e gratidão de toda diretoria, equipe e associados da Acrimat e as sinceras condolências aos familiares e .

Confira nota do Sistema Famato:

O Sistema Famato lamenta o falecimento de Amado de Oliveira Filho, consultor técnico da Associação dos Criadores de Mato Grosso – Acrimat, ocorrido nesta segunda-feira (12/02).

Amado foi o primeiro superintende do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). O Instituto foi criado em 1998, na época eram apenas três colaboradores: Amado no cargo de superintendente, um analista e uma estagiária.

Amado foi um dos idealizadores do projeto, juntamente com Homero Pereira, já falecido, que na época era vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato).

Amado era um dedicado defensor da agropecuária, com uma trajetória profissional destacada no agronegócio. Graduado em Economia pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), deixa um legado significativo no setor.

O Sistema Famato externa suas condolências à família e amigos.

Sistema Famato


Clique aqui, entre em nossa no WhatsApp do Dia de Ajudar Mato Grosso e receba notícias em real.

Fonte: canalrural

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.