Grupo do Whatsapp Cuiabá
Política

Lula se reúne com presidente da Bolívia após suposta tentativa de golpe

2024 word3

O presidente Luiz Inácio Lula da (PT) se encontrou, nesta terça-feira, 9, com o presidente da Bolívia, Luis Arce, em Santa Cruz de La Sierra. A reunião ocorreu doze dias depois de uma tentativa frustrada de golpe de Estado no país.

Lula chegou na cidade bolivariana na noite da última segunda-feira, 8, depois de participar da cúpula do Mercosul em Assunção, no . Luis Arce também esteve presente na reunião para formalizar a adesão da Bolívia ao bloco fundado por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

Além do encontro de Lula com Arce, o presidente brasileiro deve participar de um evento empresarial organizado pelo Itamaraty e pela APEX. Devem participar cerca de 300 empresários e investidores dos dois países.

“A visita servirá também de oportunidade para que o reafirme o apoio e a solidariedade do Brasil ao Presidente Arce e ao povo boliviano ante a tentativa de golpe de estado registrada em 26 de junho passado, em La Paz”, informou o Palácio do Planalto, em nota.

Lula também aproveitou a visita a Luis Arce para agradecer a doação de cerca de 70 toneladas de itens de primeira necessidade feita pela Bolívia para a população afetada pelas inundações no .

O chefe do Executivo brasileiro também deve discutir investimentos da Petrobras no país vizinho, além de formas de se reduzir os custos de importação de gás natural. Além disso, a segurança na fronteira entrou em pauta. 

Nas , Lula agradeceu a Luis Arce pela recepção no encontro “para uma série de agendas comerciais e diplomáticas entre Brasil e Bolívia.” A publicação contou com uma foto pousada. 

O presidente da Bolívia também realizou uma publicação na sua rede social. “Estamos contentes em receber em Santa Cruz de La Sierra, Bolívia, o nosso irmão e presidente do Brasil, Lula”, escreveu.

“Unidos somos mais fortes e seguiremos fortalecendo nossa irmandade e o trabalho coordenado pelo bem-estar e o progresso de nossos povos”, acrescentou Luis Arce. 

A viagem de Lula para a Bolívia estava planejada antes da tentativa de golpe militar ocorrida em 26 de junho. Depois do ocorrido, o presidente manteve a viagem para demonstrar apoio a Luis Arce, um dos líderes de partidos de esquerda na América do Sul.

A tentativa de golpe foi conduzida pelo ex-comandante do exército boliviano, general Juan José Zúñiga, que mobilizou tropas e tanques em La Paz e chegou a invadir o palácio presidencial.

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.