Grupo do Whatsapp Cuiabá
Política

‘Jornalista norte-americano expõe: Alexandre de Moraes é acusado de agir como ditador no Brasil segundo ‘Twitter Files”

2024 word3
CRM Com Automação Canal Mídia

O jornalista Michael Shellenberger disse que o ministro Alexandre de Moraes, do , atua como ditador. Ele deu a declaração nesta quarta-feira, 3, em ao .

“Esses processos não podiam ser totalmente secretos”, disse Shellenberger, referindo-se às informações reveladas a partir do Twitter Files Brasil. . “Não havia . Esse juiz, Moraes, está fazendo coisas como ditador. Não sei outra maneira de dizer. Ele está agindo como ditador. Incrível que não era um processo envolvendo policiais. Nunca vi nada parecido. Fico surpreso.”

Shellenberger explicou que Alexandre de Moraes fazia exigências para que as plataformas digitais passassem informações pessoais e íntimas dos usuários, sem que houvesse uma investigação policial e um processo legal. A prática é incomum e considerada inconstitucional pelo advogado do Twitter/X Rafael Batista.

O repórter conseguiu, com exclusividade, comunicações entre a equipe de advogados do Twitter/X no Brasil com funcionários da empresa nos EUA. E-mails de Batista informavam sobre os pedidos de informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acerca de usuários que comentavam alguma hashtag específica.

“O TSE e Moraes pediram que Twitter/X revele as identidades e informações privadas sobre gente que somente usou certas hashtags”, explicou o jornalista norte-americano. “É contra a liberdade de expressão. Esse é o pior caso. Um dos casos mais ruins que temos visto. Porque o governo está perseguindo, ameaçando prender funcionários do Twitter/X. Não há nada comparado a isso. É uma coisa mais séria. É mais como uma ditadura.”

Shellenberger disse que nos EUA, no Canadá e em alguns países da Europa a polícia está atuando contra a liberdade de expressão, mas de forma mais sutil. Ele destacou que no Ocidente isso era incomum.

“Temos uma tradição no Ocidente de deixar as pessoas falarem o que pensam”, observou Shellenberger. “Parece muito básico. São 300 anos de liberdade e você vê esses documentos. É como ler alguma coisa da inquisição . É gente que se comporta como autoritário.”

Em sua denúncia, o jornalista conta que o Twitter/X chegou a fornecer informações pessoais, mesmo violando a política de privacidade da empresa, por medo de multas. Em um dos casos, a rede social seria condenada a pagar R$ 100 mil por hora de descumprimento da decisão judicial.

2024 word3
Lula Condecora Alexandre De Moraes Com A Medalha Da Ordem Do Rio Branco | Foto: Ricardo Stuckert/Pr

O jornalista relatou que morou no Brasil há 30 anos e participou de movimentos ligados à esquerda. Ele disse que sente decepção e raiva ao ver que muitos estão sendo coniventes com as medidas, como o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Pensávamos em Lula como uma pessoa que lutava contra a ditadura”, disse Shellenberger. “Ver que ele está fazendo parte dessa coisa é incrível para nós. O Brasil era uma esperança para a democracia, para a liberdade. Até quando estive aqui, há 30 anos, a esquerda brasileira tinha orgulho de ser diferente de outros regimes da esquerda em outras partes do mundo.”

Assista à entrevista do jornalista norte-americano Michael Shellenberger no da Revista Oeste. O programa é transmitido de segunda-feira a , a partir das 17h45.

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.