Grupo do Whatsapp Cuiabá
Política

Coronel Assis critica denúncia do MP contra oficial da PM: entenda a polêmica da inversão de valores

2024 word3

Conteúdo/ODOC – O deputado Coronel Assis (União) defendeu o tenente-coronel da Militar Otoniel Gonçalves Pinto, durante sua fala em tribuna da Câmara dos Deputados, na manhã desta terça- (9). Assis criticou duramente a denúncia do Ministério úblico, que pede a condenação do militar por homicídio e uma indenização à família do bandido morto, que invadiu e assaltou sua casa em novembro de 2023.

“Um absurdo, uma total inversão de valores. Indenização ao criminoso que morreu? Meu Deus, onde é que nós vamos chegar?” disse Assis, ressaltando que respeita o trabalho do Ministério Público, mas que considera essa denúncia inadmissível.

O caso ocorreu na manhã de 28 de novembro de 2023. O tenente-coronel Otoniel Gonçalves Pinto, ao retornar para casa depois de deixar os filhos na escola, foi surpreendido por um criminoso armado que rendeu ele e sua família, incluindo sua esposa e sogro. Após subtrair diversos objetos, o criminoso decidiu fugir, trancando a esposa e o sogro no andar superior enquanto obrigava Otoniel a abrir o portão da residência.

Depois que o assaltante saiu da casa, Otoniel pegou sua arma funcional e foi atrás dele. Encontrou o criminoso e seu comparsa, Luanderson Patrik Vitor de Lunas, dentro de um veículo Chevrolet Corsa, prontos para fugir. Otoniel efetuou oito disparos contra o veículo, atingindo Luanderson na base da cabeça, o que causou sua momentos depois, conforme o laudo pericial.

Assis criticou a mensagem que a denúncia do Ministério Público passa para a sociedade, afirmando que “os criminosos estariam confortados em saber que em caso de morte, seus familiares seriam indenizados”. Ele destacou a violência que a família do tenente-coronel sofreu durante o , com o sogro de Otoniel sendo agredido violentamente.

“O estava em sua casa, com sua família, com sua esposa e seu sogro, que foi agredido violentamente e no momento de uma janela de oportunidade ele conseguiu promover uma reação e neutralizar um dos dois criminosos que estavam lá”, disse Assis.

O deputado também lembrou que foi aberto um inquérito policial, com reconstituição do crime, e que a conclusão do delegado de polícia responsável foi de que não havia necessidade de punição. “Ninguém se furtou em ser investigado ou responder pela ação, porque foi feito o inquérito policial. Parabéns ao tenente-coronel Otoniel. Ele merece, não ser denunciado, merece sim uma medalha por defender o povo cuiabano, o povo mato-grossense, o povo do Brasil e defender a sua família”, afirmou.

 

 

Fonte: odocumento

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.