Grupo do Whatsapp Cuiabá
Política

Boulos muda postura sobre ‘rachadinha’ e causa polêmica com Janones

2024 word3

Em outubro de 2021, Guilherme Boulos (Psol-SP) escreveu em sua conta no Twitter/X que “rachadinha é corrupção” e que a pratica deve ir para a cadeia. Quase três anos se passaram, e agora o deputado federal defende o arquivamento do processo no Conselho de É da Câmara dos Deputados que acusa o deputado André Janones (Avante-MG) do mesmo crime.

Janones é acusado de ter mantido esquema para pegar para si parte dos salários dos seus assessores de . Relator do caso na Câmara, Boulos argumenta que o relatório não trata do “mérito se o deputado André Janones cometeu ou não crime de rachadinha”. Mas, sim, “da formalidade técnica da existência ou não de ” do caso. 

Boulos também alega em plenário do Conselho de Ética que não há entre os fatos narrados nem quebra de decoro, em razão de o episódio ter ocorrido em 2019 — ou seja, antes do atual mandato. Ele sustenta ainda que a Casa Baixa já tinha esse precedente e que, portanto, não poderia haver “dois pesos e duas medidas.”

A votação no conselho sobre a acusação de “rachadinha” que envolve Janones foi adiada devido a um pedido de vista coletivo. O parlamentar Cabo Gilberto Silva (PL-PB) disse respeitar Boulos, mas afirmou que as justificativas apresentadas pelo psolista eram “facilmente rebatidas”. 

Ele também declarou que a denúncia não prosperou na legislatura anterior, quando Janones foi eleito pela primeira vez, porque não era de conhecimento público. 

Em 2021, Guilherme Boulos (Psol-SP) escreveu em sua conta no Twitter/X que'rachadinha é corrupção' e que quem a pratica deve ir para a cadeia
Guilherme Boulos (Psol-Sp) Era Contra Esquema De ‘Rachadinha’, Mas Repensa Quando Punição Pode Prejudicar André Janones | Foto: Divulgação/Agência Brasil

O processo por prática de “rachadinha” contra Janones se deu depois de representação do Partido Liberal (PL), que chegou a pedir a cassação do deputado federal. Servidores do gabinete de André Janones acusaram o parlamentar da prática criminosa. 

A sigla apresentou áudios do parlamentar, publicados na imprensa, nos quais ele reivindica repasse de parte dos salários dos funcionários lotados em seu gabinete para a cobrir despesas de campanhas eleitorais. Um inquérito para apurar as corre no Supremo Tribunal Federal (STF).

Em uma gravação de uma reunião de 2019, Janones menciona o fato de que alguns funcionários “receberão um acréscimo salarial” e que o ajudarão a “cobrir as despesas remanescentes” da sua campanha para prefeito.

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.