Grupo do Whatsapp Cuiabá
Mundo

Papiros revelam local da sepultura de Platão após erupção vulcânica

2024 word1
CRM Com Automação Canal Mídia

Descoberta histórica! Pesquisadores italianos da Universidade de Pisa encontraram papiros no ítio arqueológico de Herculano, no sul da Itália, que indicam o lugar exato onde estaria a sepultura do antigo filósofo grego Platão. 

Platão foi enterrado em um jardim feito para ele na “Academia”, uma famosa escola fundada pelo filósofo em 387 a.C., perto do chamado Museion – um pequeno edifício sagrado para as musas da mitologia grega.

Para encontrar a localização, a equipe usou Inteligência Artificial para decifrar os pergaminhos de Herculano que foram carbonizados 79 d.C após uma erupção vulcânica. 

Decifraram mil palavras 

A descoberta foi feita pelo projeto GreekSchool e divulgada pela imprensa do Conselho Nacional de Pesquisa da Itália

Graziano Ranocchia e equipe decifraram mil palavras, o que corresponde a 30% de um papiro carbonizado.

É difícil ler o que está no pergaminho devido aos danos causados ​​pela erupção.

Ajuda da IA e outras tecnologias 

Para isso, eles usaram tecnologias inovadoras. Isso inclui imagens ópticas infravermelhas e ultravioletas, imagens moleculares e elementares, imagens térmicas, tomografia e microscopia óptica. 

Com uma câmera, eles tiraram centenas de fotos do documento que foram analisadas por um algoritmo.

“Poder finalmente identificar essas camadas e realocá-las virtualmente à sua posição original significa reunir uma enorme quantidade de informações em comparação com o passado”, destacou Ranocchia. 

A expectativa é que os textos sejam completamente analisados até 2026.

Leia mais notícia boa 

Quem foi Platão

Platão morreu por volta de 347 AC, quando tinha 80 ou 81 anos, e é indiscutivelmente o maior de todos os filósofos gregos. 

Ele teve Sócrates como mentor e Aristóteles como aluno. 

Até agora, só se sabia que o filósofo havia sido sepultado na Academia, mas não exatamente onde.

“Em comparação com as edições anteriores, existe agora um texto quase radicalmente alterado, implicando uma série de fatos novos e concretos sobre vários filósofos acadêmicos”, explicou Ranocchia. 

Vendido como escravo 

A análise também revelou que Platão pode ter sido vendido como escravo em 399 a.C., após a morte de Sócrates, ou em 404 a.C., durante a conquista espartana de Egina.

“Até agora, acreditava-se que Platão havia sido vendido como escravo em 387 aC, durante sua estada na Sicília, na corte de Dionísio I de Siracusa”, disse Ranocchia.

Em outra parte, num diálogo entre personagens, Platão mostra desdém pelas habilidades musicais e rítmicas de um músico bárbaro da Trácia.

Curioso, né? E uma descoberta super importante para a história! 

Platão, um dos filósofos mais importantes da Grécia Antiga, foi discípulo de Sócrates e mestre de Aristóteles. - Foto: reprodução

Platão, um dos filósofos mais importantes da Grécia Antiga, foi discípulo de Sócrates e mestre de Aristóteles. – Foto: reprodução

Os pesquisadores usaram IA e outras técnicas para decifrar o que estava escrito neste rolo de papiro. - Foto: reprodução/CNR

Os pesquisadores usaram IA e outras técnicas para decifrar o que estava escrito neste rolo de papiro. – Foto: reprodução/CNR

A análise também revelou que Platão pode ter sido vendido como escravo após a morte de Sócrates. - Foto: reprodução/CNR

A análise também revelou que Platão pode ter sido vendido como escravo após a morte de Sócrates. – Foto: reprodução/CNR

Fonte: sonoticiaboa

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.