Grupo do Whatsapp Cuiabá
Mundo

Mercosul se posiciona sobre suposta tentativa de golpe na Bolívia: mudança de tom em destaque

2024 word2

O comunicado final da Cúpula de Líderes do Mercosul, realizada nesta segunda-feira 8, amenizou o tom ao tratar da suposta tentativa de golpe na Bolívia. Também houve divergências sobre outros pontos, como o acordo com a União Europeia e o comércio com a China.

No caso da Bolívia, , o comunicado final adotou um tom mais leve do que a declaração feita logo depois de o presidente Luis Arce denunciar a tentativa de golpe.

Ao abordar o principal fato político da região nos últimos dias, os países usaram termos mais genéricos, menos enfáticos, e não repetiram de solidariedade com o presidente Luis Arce, presente na plenária.

A palavra “golpe”, assim como a ocorrência específica na Bolívia, não aparece no comunicado oficial.

“Reiteramos que toda tentativa de afetar instituições democráticas ou afetar a ordem constitucional na Bolívia deve ser condenada. O Estado de Direito e o apego às instituições democráticas devem ser sempre apoiados”, expressa o comunicado conjunto.

+

Mercosul mudou o tom depois de denúncia de que tentativa de golpe foi autogolpe de Arce

Luis Arce, durante Cúpula do Mercosul, em 8-7-2024
Presidente Da Bolívia, Luis Arce, Durante Cúpula Do Mercosul, Em 8 De Julho | Foto: Divulgação/Mercosul

O tom é diferente do adotado logo depois da quartelada ocorrida em 26 de junho. Um dia depois, o Mercosul manifestava “profunda preocupação e enérgica condenação às mobilizações de algumas unidades do Exército boliviano, que visam a desestabilizar o governo democrático do Estado Plurinacional da Bolívia”.

Os países rejeitaram, naquela ocasião, “qualquer tentativa de mudança de poder por meio da violência e de forma inconstitucional que atente contra a vontade popular”. E ainda expressaram “solidariedade e irrestrito apoio à institucionalidade democrática do governo constitucional do presidente Luis Arce”.

Entre o comunicado anterior e o atual, um fato veio a . O presidente Arce foi , que liderou a quartelada e acabou , de encomendar um autogolpe.

Até mesmo , ou seja, uma fraude arquitetada pelo presidente para ganhar popularidade.

Essa tese de fraude foi apoiada pela Argentina. . O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no entanto, aliado de Arce, continua tratando o caso como uma real tentativa de golpe.

“Lamentamos declarações infundadas e pouco sérias sobre um suposto autogolpe, quando se tratava de um clássico golpe de Estado”, respondeu o presidente boliviano, ao discursar na cúpula do Mercosul.

Todas as delegações abordaram o fato ocorrido na Bolívia, ainda que indiretamente, durante a plenária presidencial e de forma distinta.


Redação , com informações da Agência Estado

Fonte: revistaoeste

Sobre o autor

Avatar de Redação

Redação

Estamos empenhados em estabelecer uma comunidade ativa e solidária que possa impulsionar mudanças positivas na sociedade.