Grupo do Whatsapp Cuiabá
Fashion

Como ajudar: Doe roupas plus size para o Rio Grande do Sul

2024 word2

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) lançou recentemente uma iniciativa para arrecadar roupas plus size em apoio às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Segundo a SBCBM, muitas das doações de vestuário recebidas no estado não atendem às necessidades das pessoas que vestem tamanhos maiores (acima de 44).

Assim, muitos artistas e influencers se mobilizaram com a iniciativa, como Cesar Menotti e Letticia Munniz. Através das redes sociais, eles pediram doações para pessoas que usam tamanhos maiores. Isso porque a maioria das doações não abrange essa parte das vítimas. A seguir, saiba mais sobre a iniciativa e onde levar as doações.

O que doar para o Rio Grande do Sul?

Recentemente, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) lançou uma campanha para enviar roupas plus size em apoio à população afetada pelas enchentes que atingiram mais de 330 municípios no Rio Grande do Sul nos últimos dias.

Pessoa de pele morena usando blusa branca colocando roupas dobradas em caixa de papelão
Fonte: Canva

A iniciativa foi motivada pela necessidade identificada por equipes de e autoridades envolvidas no auxílio aos desabrigados.

As pessoas com obesidade, por exemplo, estão com dificuldades de achar roupas que lhes sirvam quando as doações começam a chegar.

Isso porque muitas das doações de roupas não são adequadas para pessoas que vestem números maiores (acima de 44). Portanto, se possível, foque em doar roupas plus size para as vítimas do Rio Grande do Sul.

Além disso, é válido ressaltar que as roupas devem estar conservadas e em bom estado. Afinal, as pessoas que dependem dessas doações merecem dignidade. Então, evite enviar aquilo que deveria ser descartado como lixo. Ainda, busque enviar as peças já higienizadas. Afinal, as pessoas não possuem onde lavá-las.

Ademais, organize os itens por gênero e idade (adultos/crianças) e coloque-os em caixas ou sacolas fechadas e etiquetadas. Dê prioridade às roupas de inverno, pois há expectativa de uma onda de frio nos próximos dias.

Além das roupas plus size, os moradores do Rio Grande do Sul também precisam de água potável, alimentos fáceis de preparar, itens de higiene, roupa de cama e ração animal.

Onde levar doações para o RS?

As doações de roupas plus size para o Rio Grande do Sul podem ser feitas em qualquer agência dos Correios, com a especificação “roupas plus size”, para facilitar o processo de distribuição. A empresa está transportando os itens gratuitamente, sem custo para os doadores.

Relacionadas

Relacionadas

Por que doar roupas plus size para o Rio Grande do Sul?

A Pesquisa Nacional de Saúde do IBGE de 2015 apontou que os gaúchos apresentam uma taxa de obesidade mais alta em comparação com o restante dos brasileiros.

A prevalência de obesidade no Rio Grande do Sul é 2,8% superior à média nacional. Os dados do IBGE indicam que 63,3% da população do estado está com excesso de peso, enquanto a média nacional é de 56,9%.

Conforme a Pesquisa de Vigitel de 2017, realizada pelo da Saúde, 19% dos habitantes de Porto Alegre estão obesos e 55,1% têm excesso de peso.

Em 2022, o Ministério da Saúde apontou que Porto Alegre lidera entre as capitais com a maior proporção de pessoas com excesso de peso, com 55,4%.

Em seguida estão Fortaleza, com 53,7%, e Maceió, com 53,1%. Por outro lado, as capitais com os menores índices de pessoas com sobrepeso são: São Luís, com 39,8%, Palmas, com 40,3%, Teresina, com 44,5%, e Aracaju, também com 44,5%.

Já a capital com mais obesos é Macapá (21,4%), seguida por Porto Alegre (19,6%), Natal (18,5%) e Fortaleza (18,4%). As capitais com menor quantidade de obesos são: Palmas (12,5%), Teresina (12,8) e São Luís (12,9%).

Ainda, segundo um levantamento realizado em 2022 pelo Sistema Nacional de Vigilância Alimentar e Nutricional do Ministério da Saúde, no Rio Grande do Sul, mais de 24 mil adolescentes com idades entre 10 e 19 anos, atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), estão com obesidade.

Esse número representa 14,58% do total de jovens acompanhados pela Atenção Primária no estado em 2022. Além disso, o relatório indica que quase 36 mil adolescentes têm sobrepeso, e outros 8,2 mil sofrem com obesidade grave.

Portanto, há a necessidade de pensar nessa parcela da população do Rio Grande do Sul e prezar pela doação de roupas plus size.

Enfim, para saber mais sobre moda, não deixe de conferir nossa categoria. Lá você encontra matérias sobre como combinar cherry red, estilos de moda universais e muito mais!

Fonte: fashionbubbles

Sobre o autor

Avatar de Sophia Costa

Sophia Costa

💕 Digital Influencer | Apresentadora | Modelo | Miss 🇧🇷
@princesinhamt