Autoajuda

6 passos para ajudar seu filho a alcançar metas realistas

2024 word2

É importante, na educação de um filho, mostrar que ele consegue estabelecer objetivos e alcançá-los. E não é preciso ensiná-los a se frustrar, mas mostrar a eles como lidar com essa questão quando ela aparecer em seu caminho na busca por algo que tanto deseja.

“Os pais precisam agir como facilitadores. Nunca dizer que algo é impossível, mas manter a criança com os pés no chão: Olha, isso é bem difícil, isso é muito caro, talvez exija muito esforço. Vamos ponderar um pouco, quem sabe sonhar um pouco mais baixo”, defende a psicóloga Marjorie Rodrigues Wanderley, da Estácio Curitiba.

Siga o Sempre Dia de Ajudar no Instagram!

Outra dica é ajudar a definir metas com base no que se sabe que a criança vai conseguir realizar. Afinal de contas, ela não tem discernimento para decidir as coisas por si só, até certa idade. “Até os 5 anos, elas são muito concretas. Conseguem pensar só a curto prazo: o que está aqui, o que é palpável, o que podem pegar. Então, não adianta exigir, por exemplo, que se comportem o ano inteiro para, só lá no Natal, ganharem um videogame. Elas não compreendem esse longo prazo”, aponta a especialista.

Metas coletivas

“A criança é parte da família. Então, é importante que também participe do das ações”, afirma Marjorie. “Se o objetivo é fazer uma viagem nas férias, ela precisa saber qual será a parte dela nisso”, completa.

Se a meta dela for tirar boas notas – para que não fique em recuperação e todos possam viajar na data prevista – ou mesmo colaborar financeiramente com o plano, entendendo que precisará renunciar a alguns gastos, tudo tem que ser explicado”, pondera.

Metas pessoais

Quando se fala em metas pessoais, é indispensável pensar no tempo que a criança vai levar para atingi-las. “Com uma criança de 3 anos, tem que ser algo que ela vá fazer amanhã. Com uma de 5, pode ser algo para o . Já com filhos de 8 a 12 anos, é possível traçar objetivos semestrais ou mesmo anuais”, garante a psicóloga. “Mas é sempre bom lembrar que se até a gente tem dificuldade em trabalhar com objetivos que chegam muito lá na frente, imagine alguém em formação”, alerta.

Para facilitar, Marjorie sugere que as metas sejam divididas em pequenas tarefas diárias ou semanais. “É importante desmembrar em metas menores para que a criança consiga realizar e vá ficando motivada ao longo do tempo”, recomenda.

Fonte: semprefamilia.com.br

Sobre o autor

Avatar de Fábio Neves

Fábio Neves

Jornalista DRT 0003133/MT - O universo de cada um, se resume no tamanho do seu saber. Vamos ser a mudança que, queremos ver no Mundo